Azenha é um tipo de mecanismo capaz de aproveitar a energia cinética da movimentação das águas para desempenhar diversos tipos de funções, como moer grãos; irrigar ou drenar grandes terrenos e até gerar eletricidade. Entre seus sinônimos estão as palavras moinho e atafona, sendo este último também o nome de uma região  do litoral norte do estado do Rio, que até recentemente abrigava a foz do rio Paraíba do Sul. 

 

Graças à intervenção humana, o encontro entre o Rio e o oceano Atlântico não acontece mais em Atafona, pois cerca de 60% de suas águas são represadas para abastecer cidades no Rio de Janeiro, São Paulo e Minas Gerais, fato que conjugado com a maior crise hídrica enfrentada pela Bacia do Paraíba, entre 2014 e 2019, diminuiu drasticamente o nível do rio na região, movendo a foz para a praia de Gargaú, na cidade de São Francisco de Itabapoana.

 

Outra característica marcante de Atafona são os efeitos que o processo de erosão costeira vem causando sobre a região. Centenas de casas já foram cobertas pelo mar, desde a década de 50, tornando a praia em uma espécie de sítio arqueológico parcialmente submerso. A ação do mar sobre a costa constrói uma paisagem híbrida repleta de ruínas, que evidencia uma relação violenta entre natureza e arquitetura, e segue em acelerada transformação.

 

O trabalho foi iniciado em 2019, durante um período de residência artística na CasaDuna, espaço independente de arte localizado em Atafona. Todas as imagens foram produzidas a partir de câmeras analógicas, utilizando filmes diapositivos (cromo) com prazos de validade vencidos. O processo de revelação dos filmes utilizados é conhecido como E-6, e é realizado de forma não automatizada, usando produtos químicos cada vez mais raros no mercado. Além disso, devido à baixa demanda, cada dia menos lugares oferecem esse serviço, realizado de forma artesanal, o que ocasiona um alto preço e baixa produção. Alguns desses laboratórios alertam que irão descontinuá-lo assim que seus estoques de químicos terminem. Outro procedimento operado no desenvolvimento do projeto é a utilização de filmes vencidos em diferentes épocas, trazendo mais uma camada de imprevisibilidade ao resultado.