Construir, destruir, reconstruir

2021

Emulsão de fotografia Polaroid sobre papel cartão

19 x 13,5 cm

O trabalho consiste em série de fotografias Polaroid, modificadas através de um processo artesanal que, com água quente, retira a emulsão fotográfica da película original. A imagem, que ganha textura similar a de uma membrana é então transferida manualmente para uma nova superfície, o papel cartão, ganhando nova forma e textura. São fotografias das fachadas de habitações situadas em lugares impactados pelo processo de gentrificação. Ao operar diretamente sobre o material fotográfico, busco ressignificar o aspecto documental que as imagens originais possuem e propor novas possibilidades de interpretação.

 

Trata-se de um trabalho em andamento, que até o presente momento conta com cerca de 40 imagens, produzidas nas regiões de Montparnasse, em Paris; no bairro de Barceloneta, em Barcelona, na área de Stratford, em Londres, que abriga o estádio Olímpico Queen Elizabeth; na região de La Condesa, na Cidade do México; na Zona Portuária do Rio de Janeiro, região que abriga o polêmico “Porto Maravilha” e no entorno do Elevado Presidente Costa e Silva, mais conhecido como “Minhocão”.